O BUNKYO (dojô)


1982, Brasil, um pais assolado por uma crise que se arrastava a anos sentia em suas grandes cidades os efeitos colaterais deste contexto histórico com mais evidência. São Paulo, severamente castigado, via espalhar entre seus bairros a violência e criminalidade e o bairro da Liberdade, começava a sofrer com mais intensidade o custo da proximidade com o centro de SP. Neste contexto de perturbação e medo, dois senhores, comerciantes da Liberdade, acreditavam na importância de encontrar e apresentar aos jovens um caminho diferente do apresentado pelas ruas. O Kendo, resposta a seus anseios, aliava a pratica esportiva, disciplina, norma e conduta, surge então o Liberdade Kendo.

Não pense que estes dois senhores eram aventureiros, eles foram forjados em suas vidas pelo Kendo, praticantes de longa data, queriam dividir um pouco de tudo que receberam de seus senseis, mas não seria fácil, afinal comerciantes respeitados e influentes cheios de atribuições e responsabilidades teriam que lutar muito para concretizar este anseio.

Graças a contatos e amigos, encontraram logo o primeiro lugar para começar os treinos, um estacionamento com entrada pela Rua dos Estudantes, hoje onde está localizado o Hotel Plaza. Na época, a importação de produtos era extremamente difícil e materiais como shinais e bogu (armadura) não eram comuns, então os senseis emprestavam suas shinais e quando não eram suficientes, cabos de vassoura cumpriam esse papel.

O Kendo brasileiro não era formalizado, não existia elos com federações internacionais até então, isto iria acontecer em 1982 com o primeiro campeonato mundial realizado em nosso pais.

Voltando ao nosso dojo improvisado, como podemos imaginar um estacionamento não é o local mais apropriado para a prática, mas a vontade e o sonho iriam compensar as adversidade e cheios deste espirito não seriam os buracos no chão, o cimento áspero ou até alguns ˜presentinhos˜ deixados por animais da região que iriam impedir o avanço do Liberdade Kendo. A cada treino o ritual se repetia, a limpeza do local e preparo daquele simples lugar em um espaço onde transformaria as vidas dos que aceitassem e persistisse nesse caminho.

Sempre encontrando quem apoiasse essa iniciativa, o Liberdade Kendo teria em breve uma nova casa, outro estacionamento, o Alfa Inter, após alguns anos de treino teríamos ainda um terceiro lugar, Aitken. Agora sim, tínhamos um local confortável, mas esse não seria a última etapa desta peregrinação. Foi neste lugar que ocorreu Dojo Biraki (fundação perante o shintoismo), foi feita a cerimonia e os senseis dos outros dojos vieram e ofereceram contribuições.

Estamos em 1987, a associação do Bunkyo, inaugura o Ginásio e graças as influências e conhecimentos de nossos senseis, eles foram convidados a utilizar o espaço, era ótimo, finalmente tínhamos um local adequado para os treinamentos. Este ginásio foi inaugurado pela Kendo Liberdade, e aqueles dias de treinar em estacionamentos, com cabos de vassoura, limpando caquinhas de animais antes de cada treino iriam chegar finalmente ao fim. Aquele sonho que em alguns momentos pareciam delírios agora eram efetivamente realidade.

Agradecemos, Matsumoto Sensei e Someya Sensei, e a todos que acreditaram e construíram o Bunkyo Kendo...